ACE-Guarulhos vai a cooperativas bancárias e pede prorrogação de dívidas de MPEs

Entidade solicitou medidas das instituições para minimizar o impacto financeiro negativo que o surto de Covid-19 trará ao setor produtivo da cidade

0
29

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos protocolou ofícios em duas instituições bancárias na manhã desta quarta-feira, 25/03, solicitando informações sobre os procedimentos que estão sendo feitos para amenizar os impactos negativos do surto de coronavírus sobre as empresas, principalmente as pequenas e médias.

“A Febraban orientou os bancos, respeitando o procedimento de cada instituição, a prorrogarem os vencimentos de dívidas e a oferecerem linhas de crédito mais vantajosas neste momento. E nós viemos solicitar medidas que protejam nossos associados”, explicou o presidente Silvio Alves, que esteve acompanhado do VP de Assuntos Jurídicos da entidade, Alonso Álvares.

Por intermédio do conselheiro Hugo Mesquita, a ACE foi recebida no Sicoob Metropolitano por Claudete Fantazzini, que informou que medidas já estão sendo tomadas pela cooperativa. “Estamos com linhas de crédito para associados à ACE e demais cooperados. E os vencimentos das operações foram suspensas e jogadas para o fim dos contratos”, afirmou.

A ACE também se reuniu com os gerentes do Sicred, José Tomé e Renato Luiz. “Nós também estamos prorrogando os vencimentos de dívidas por 60 dias. É uma situação grave e que apresenta novidades a cada dia. Temos que fazer nossa parte para ajudar a manter a economia ativa”, disse Tomé.

As visitas desta quarta sucedem outras que a entidade tem feito a várias instituições, sempre com o objetivo de proteger o setor produtivo da cidade. Na segunda-feira, 23, a ACE protocolou pedidos de suspensão de cobrança de impostos municipais, na Prefeitura, e de reforço policial em áreas comerciais, para evitar furtos e arrombamentos. “Estamos preocupados com a saúde pública. Mas também com ações equilibradas, que preservem razoavelmente a atividade econômica, para que os efeitos financeiros não ampliem ainda mais os impactos negativos da pandemia”, completou Silvio Alves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.