20 C
Guarulhos
quarta-feira, julho 17, 2024

Buy now

Elói Pietá lidera a disputa pela prefeitura de Guarulhos seguido por Jorge Wilson

O Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria) realizou uma pesquisa sobre as eleições para prefeito no município de Guarulhos (SP) entre os dias 07 e 10 de junho. Neste momento, no qual as candidaturas ainda não estão oficializadas, os cenários testados consideram os possíveis nomes para a disputa.

Não é possível comparar os resultados das intenções de voto (primeiro e segundo turnos), assim como os da rejeição aos candidatos, devido à mudança dos cenários estimulados em relação ao levantamento anterior, realizado em fevereiro.

O ex-prefeito Elói Pietá (Solidariedade) aparece com ampla vantagem em relação aos demais candidatos e lidera a disputa com 34% das intenções de voto. Em outro patamar, Jorge Wilson (Republicanos) obtém 12% das menções e fica em situação de empate técnico, considerando a margem de erro da pesquisa que é de 3 pontos percentuais (p.p.), com Alencar Santana (PT) que é mencionado por 8% do eleitorado, Lucas Sanches (PL) por 7% e Márcio Nakashima (PDT) por 6%. Esses três últimos estão tecnicamente empatados também com Thiago Surfista (NOVO), que aparece com 4%, e com Professor Jesus (Podemos) que tem 3% das menções. Os que declaram intenção de votar em branco ou nulo somam 16% e 11% não sabem em quem votar.

DESTAQUES POR SEGMENTOS

Elói Pietá tem maior intenção de voto entre os eleitores que avaliam a gestão do presidente Lula como ótima/boa (47%). As menções a Alencar Santana aumentam quanto melhor é a avaliação da administração do presidente Lula: tem 2% entre eleitores de Guarulhos que a consideram ruim ou péssima e atinge 17% entre quem a avalia de forma positiva (ótima/boa). Os demais candidatos não apresentam destaques significativos.

Rejeição de voto (candidatos no(s) qual(is) não votaria de jeito nenhum)

Alencar Santana (22%), Elói Pietá (20%), Jorge Wilson (18%) e Thiago Surfista (18%) são os candidatos que apresentam os maiores índices de rejeição. As menções aos demais candidatos variam entre 12% e 13%. Somam 5% os que declaram que poderiam votar em qualquer um dos nomes testados, enquanto 22% não sabem opinar a respeito.

Continuidade ou mudança

Continua prevalecendo o desejo por mudança, já que seis em cada dez eleitores declaram que gostariam que o próximo governo mudasse totalmente ou muita coisa na administração do município. Pouco mais de um terço (35%) anseiam pela continuidade da gestão, seja ela total ou parcial (representavam 30% em fevereiro). Nessa rodada, 5% não sabem ou preferem não responder ao questionamento, anteriormente eram 6%.

 

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias