24.4 C
Guarulhos
domingo, julho 14, 2024

Buy now

Em ritmo acelerado, obras no Casarão devem mudar cenário da 7 de Setembro ainda neste ano

Os primeiros seis meses das obras de restauro do Casarão da Nossa História, localizado na rua Sete de Setembro, esquina com a rua Felício Marcondes, no Centro, compromisso empenhado pela atual gestão da Prefeitura de Guarulhos, já permitem observar intervenções valiosas no imóvel, que além de focarem na preservação da história do local também objetivam promover o diálogo do patrimônio com aspectos modernos.

Em relação ao andamento da obra, cujo projeto foi aprovado pelo Conselho do Patrimônio Histórico, é possível destacar o avanço de serviços como a alvenaria da edícula, o restauro do porão, reforços estruturais com barrotes, restauro das esquadrias e o início do restauro da argamassa da fachada, detalhes reconstruídos minuciosamente para preservar a construção original.

De acordo com a arquiteta Amanda Virgilino de Andrade, diretora do Departamento de Projetos e Obras da Secretaria de Educação, pasta responsável pelo projeto e pela obra de restauro, a análise formal e estilística do imóvel revela a arquitetura eclética típica das primeiras décadas do século XX.

“O projeto em andamento também coloca atenção especial em elementos que caracterizam o casarão, como a alvenaria autoportante de tijolos de barro maciço assentados com argamassa à base de cal e areia, a presença de porão alto parcialmente habitável e os ladrilhos hidráulicos apoiados sobre abobadilhas”, explica a diretora com base nos estudos dos restauradores contratados.

Com um investimento de cerca de R$ 7 milhões, a obra quando finalizada abrigará um espaço para formação de professores e oferecerá opções de interação, conectividade e pesquisa sobre o acervo da cidade para estudantes e munícipes.

O início das obras de restauro evidenciou ainda assoalhos de madeira instalados sobre barroteamento (conjunto de estruturas usadas como sustentação em uma armação), mísulas e frisos de argamassa que ornamentam a alvenaria e caixilhos de ferro e madeira compostos por peças de vidro colorido e/ou texturizado.

“É importante ressaltar que os aspectos históricos considerados neste restauro também mostram as transformações e as intervenções realizadas ao longo do tempo. É como se, ao olhar para cada um dos detalhes, pudéssemos voltar ao passado para trazer vivas, no presente, as memórias guardadas no casarão”, observa o secretário de Educação, Alex Viterale.

A residência do ex-prefeito José Maurício de Oliveira Sobrinho foi construída em 1925, de acordo com os relatos do seu filho, Heitor Maurício de Oliveira, e sua família permaneceu ali até seu falecimento em 1945. Em 1956 o imóvel recebeu em suas instalações a Primeira Vara do Fórum de Guarulhos, onde funcionou por quase duas décadas. Entre as décadas de 1970 e 2000, ainda alugada pela Prefeitura, a antiga residência sediou a Secretaria de Obras, a Junta de Alistamento Militar e o Museu Municipal. O imóvel foi tombado em dezembro de 2000.

Fotos: Diego Secco e Fabio Nunes Teixeira/PMG

25/06/2024

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias