21.1 C
Guarulhos
sábado, maio 18, 2024

Buy now

Guarulhos adota cidade no Rio Grande do Sul e passa a encaminhar doações ao município

Diante da tragédia que afeta o Rio Grande do Sul desde o final de abril, Guarulhos decidiu pela adoção simbólica de Esteio, cidade de 76 mil habitantes na Grande Porto Alegre, que teve entre 10 e 12 mil pessoas afetadas pelas enchentes no rio dos Sinos.  Com a decisão tomada pelo prefeito Guti, a Secretaria Municipal de Assistência Social, que já arrecadou mais de 60 toneladas de donativos junto à população de Guarulhos, passará a direcionar as doações arrecadadas para Esteio. Até agora, cerca de 55 toneladas já foram enviadas para o Rio Grande do Sul.

“O povo guarulhense tem dado uma aula de solidariedade, mas precisamos continuar ajudando porque o problema ainda não acabou”, afirmou o prefeito Guti. O ponto de arrecadação segue sendo o Banco de Alimentos de Guarulhos, instalado na alameda Tutoia, 534, Gopoúva.

Já o prefeito de Esteio, Leonardo Pascal, agradeceu a solidariedade do povo guarulhense e informou quais itens são fundamentais no momento. “O que a gente mais precisa são colchões, alimentos para a montagem de cestas básicas, produtos de higiene pessoal e de limpeza para a montagem de kits, porque são esses os itens de primeira necessidade que estamos fazendo chegar lá na ponta”, afirmou. Além desses, roupas plus size, lençóis, cobertores e toalhas de banho também são artigos bastante necessários.

Acolhimentos dos atingidos pelas enchentes em Esteio

Das cerca de 12 mil pessoas que tiveram as casas invadidas pelas águas, 1,1 mil foram alocadas em algum momento nos dez abrigos abertos pela Prefeitura de Esteio em diferentes regiões e por diferentes períodos. As demais optaram por se abrigarem nas casas de parentes, familiares e amigos de Esteio e região. Na manhã desta quinta-feira (16) ainda havia cinco acolhimentos, com 508 abrigados.

Os atingidos que não foram para abrigos recebem roupas, calçados, alimentos, materiais de limpeza e higiene pessoal e ração animal, entre outros produtos, nos três Centros de Referência em Assistência Social (Cras) do município e no Cras descentralizado, que foi aberto junto ao Parque de Exposições Assis Brasil, no bairro Novo Esteio.

Para ajudar a atender as famílias de Esteio que abrigam parentes e amigos de fora da cidade, a Prefeitura abriu, em parceria com o núcleo Esteio da Central Única das Favelas, o Centro de Atendimento às Famílias Acolhedoras, espaço que entrega os itens necessários para as famílias.

Fotos: Divulgação/PMG

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias