17.6 C
Guarulhos
sexta-feira, junho 21, 2024

Buy now

Guarulhos é a cidade não capital do Brasil que mais gerou empregos nos últimos 12 meses

Guarulhos foi o município não capital do país que mais gerou empregos com carteira assinada nos últimos 12 meses, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) 2024, do Ministério do Trabalho. O município ficou à frente de 18 capitais do país e de 5.556 cidades no total. No Estado de São Paulo Guarulhos obteve a segunda posição, atrás apenas da capital.

O índice aponta um saldo positivo de 17.676 empregos em Guarulhos – a diferença entre as 201.026 admissões e os 183.350 desligamentos. No Caged 2023 Guarulhos havia superado 15 capitais, contra 18 na pesquisa deste ano, que levou em consideração o período entre maio do ano passado e abril deste ano. Desta vez, Porto Alegre (RS), com um saldo positivo de 16.822 vagas, Goiânia (GO), com mais 17.337, e Maceió (AL), com 8.802, também ficaram atrás de Guarulhos.

O município de Guarulhos permaneceu, da mesma forma que em 2023, à frente de João Pessoa-PB (saldo positivo de 14.076 vagas), Teresina-PI (12.651), Belém-PA (13.195), São Luís-MA (4.718), Cuiabá-MT (7.541), Campo Grande-MS (7.981), Aracaju-SE (8.008), Vitória-ES (7.366), Palmas-TO (5.853), Natal-RN (6.012), Macapá-AP (6.484), Florianópolis-SC (3.996), Rio Branco-AC (4.448), Porto Velho-RO (2.537) e Boa Vista-RR (3.960).

Já na esfera estadual, a cidade de São Paulo lidera a tabela com um saldo positivo de 164.632 vagas, contra 15.023 de Campinas, 9.092 de São José dos Campos, 7.668 de Ribeirão Preto e 3.691 de Osasco. No ABC Paulista foram gerados 10.190 empregos em São Bernardo do Campo, 7.701 em Santo André e 2.102 em São Caetano do Sul.

A conquista é fruto de uma série de políticas de incentivo ao trabalho e à iniciativa privada. “Guarulhos é um polo de empregos gigante devido à sua logística estratégica, mas também porque nossa administração tem as portas abertas para conversar com o empresário, mantê-lo aqui e buscar soluções para atrair mais negócios”, celebra o prefeito Guti.

Políticas de emprego em Guarulhos

Além dos incentivos fiscais às empresas, a administração Guti também fortalece o trabalhador que busca uma vaga de emprego ou qualificação profissional. Um desses equipamentos é a Agência Municipal de Empregos de Guarulhos (Ameg), uma iniciativa gratuita que recebe a população e faz a conexão com parcerias que buscam funcionários. São quatro unidades ativas no momento: Centro (avenida Monteiro Lobato, 734 – Macedo), Pimentas (estrada do Capão Bonito, 65 – Conjunto Marco Freire), Cumbica (avenida Atalaia do Norte, 544 – Cumbica) e Vila Augusta (avenida Antônio Iervolino, 225 – Vila Augusta).

Outro programa de destaque é o Faculdade Municipal Guarulhos, por meio do qual a cidade investe na formação universitária de moradores de baixa renda. No momento os cursos financiados são psicologia, enfermagem e pedagogia. “Eles estudam gratuitamente e pedimos em troca apenas que trabalhem por um período na administração municipal”, explica Guti.

A Prefeitura lançou recentemente o Parque Industrial e Tecnológico, uma proposta inovadora que deverá aumentar ainda mais a oferta de empregos. Por meio dela será viabilizada uma área de 125.000 m² em Cumbica, na qual empresas que aderirem poderão construir suas instalações e receber isenção de IPTU, dentre outros benefícios.

Imagem: Diego Secco/PMG

10/06/2024

 

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias