17.6 C
Guarulhos
sexta-feira, junho 21, 2024

Buy now

Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos começa neste sábado com 10 espetáculos na programação

A 13ª Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos tem início neste sábado (18) e a programação conta com dez espetáculos gratuitos e itinerantes que passarão pelos bairros Cabuçu (Recreio São Jorge), Cidade Soberana, Jardim Santo Expedito, Centro, Vila Augusta, Pimentas, Bonsucesso e Vila Barros. Esta edição é um projeto aprovado pelo FunCultura, acontece com recursos federais da Lei Paulo Gustavo e conta com o apoio da Prefeitura de Guarulhos por intermédio da Secretaria de Cultura.

Para Rodrigo Maia, produtor executivo e um dos idealizadores do projeto, trata-se da retomada do projeto e do reencontro do teatro de rua na cena guarulhense após o longo período de pandemia. Maia afirma que sempre teve o desejo de levar a mostra para territórios periféricos e que nesta edição isto será possível.

Todos os espetáculos são gratuitos e têm classificação livre.

Confira a programação completa

18 de maio às 14h – Trupe Olho da Rua – Espetáculo Democraceria

Calçadão da rua D. Pedro II – Centro

Sinopse: “Democraceria Ltda.” é um novo empreendimento comercial e criativo que irá democratizar a democratização da nossa participação democrática na Democracia Nacional Ltda. Uma grande festa da democracia brasileira na forma de experiência corporativa 4.0.

19 de maio às 15h – Goliardxs – O Rei na Rua

Parque Júlio Fracalanza – rua Joaquim Miranda 471 – Vila Augusta

Sinopse: Quem não conhece a história do tecido que só as pessoas inteligentes poderiam ver? Rei na Rua traz para a cena de forma popular um espetáculo paródia, uma paródia espetacular sobre os dias atuais, quer dizer… Sobre os tempos medievais.

25 de maio às 14h – Xingó – Okan

CEU Pimentas – estrada do Caminho Velho, 351 – Pimentas

Sinopse: Okan é passo firme na terra vermelha. Um exército de corpas. Mulheres em dissidência. Dança de fogo e espada. Teatro na encruzilhada. Ato. Fato. Coletividade que pulsa. Rua. Cangaço depois de morrer, quem sabe eu vivo mais.

26 de maio às 15 – Brava Companhia – O Chão não Está para Urso

Praça da Vila Barros (Parque Vila Barros) – rua Carlos Kokischko, 75

Sinopse: A peça mostra um fragmento da vida de Um e Dois andarilhos, “bufões” de rua, que estando à margem do mundo do trabalho narram a história de um Urso, que se vê preso em uma fábrica e é confundido com um operário.

8 de junho às 14h – Pacha e Titchenitza – Circo en la Casa

EPG Faustino Ramalho – rua Palmira Rossi, 346 – Recreio São Jorge

Sinopse: Circo en la Casa é um mix espetacular de números fantásticos de circo-teatro no qual o casal de palhaços Pacha e Titchenitza fazem do picadeiro sua casa e convidam o público para participar de suas peripécias. Um enorme saco fujão, alto risco, uma maga que dá poderes mágicos ao público, uma banda improvável e um surpreendente atirador de facas compõem esse imperdível espetáculo.

9 de junho às 14h – Trupe Lona Preta – O Circo Fubanguinho

Praça Estrela – EPG Pastor Sebastião Luiz da Fonseca – Jardim Soberana

Sinopse: O Circo Fubanguinho é um espetáculo inspirado em charangas, farsas e bufonarias. As músicas pontuam e costuram o enredo. Nele, dois palhaços, demitidos e expulsos do picadeiro, tentam se inserir a qualquer custo.

22 de junho às 14h – Madeirite Rosa – Pro Mundo Virar

Parque Júlio Fracalanza – rua Joaquim Miranda 471 – Vila Augusta

Sinopse: A menina, Ela, gosta de dançar e de cantar desde a barriga da mãe. O tempo vai passando e durante o seu crescimento a garota enfrenta dificuldades para fazer com que suas criações e inspirações tenham lugar nos vários espaços da vida. Até que uma possível solução para seus conflitos a faz escorregar para outro tempo espaço. Lá, Ela encontra um mundo onde cantar, criar e dançar é tão comum quanto respirar, e onde a atitude inventiva do ser criança é parte fundamental da vida.

23 de junho às 15h – Magnólia Cultural – Em Busca do Snark Invisível

Parque Santa Terezinha – rua Carnaubais, 196 – Jardim Santo Expedito

Sinopse: Inspirado no poema A Caça ao Snark, do escritor inglês Lewis Carroll, o espetáculo reflete sobre diferentes tipos de medo e a valorização da singularidade de cada um. A peça acompanha uma expedição náutica em busca de um Snark, uma criatura difícil de definir, mas com características bastante peculiares: meio caracol, meio cobra, meio tubarão.

29 de junho às 14h – Cia. Ruelá – Truques e Trambiques

CEU Bonsucesso – avenida Paschoal Thomeu, s/nº

Sinopse: O espetáculo conta a história de um atrapalhado ilusionista que deseja fazer um grande show de mágica. Para isso ele conta com a ajuda de dois palhaços e um músico, que desejam compor o grande espetáculo, mas todos acabando criando uma enorme atrapalhada para que o show aconteça e o público que dirá se tudo não passou de um grande truque e trambique.

30 de junho às 15h – Núcleo Sem Drama na cia da Cabra Orelana – A Farsa do Açúcar Queimado {Ou a Mulher que Virou Pudim}

Local: Tenda principal do Parque Bosque Maia – avenida Paulo Faccini, s/n° – Centro

Sinopse: Ambientada em Pernambuco, no período que sucedeu a disputa entre fazendeiros de Olinda e comerciantes do Recife por poder político. Fala da violência contra a mulher pelo viés da violência estrutural da sociedade brasileira. Naquele distante século XVIII, enquanto o trabalho escravo produzia açúcar e fortunas, a Inquisição ainda perseguia e condenava qualquer pé-rapado que fosse acusado de heresia, mas… Onde andavam as mulheres?

Fotos: Rodrigo Maia

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias