14.9 C
Guarulhos
domingo, julho 14, 2024

Buy now

Para se tornar a cidade mais segura do Brasil, Guarulhos segue referências do Ipea

O programa de segurança pública de Guarulhos está alinhado a todas as indicações do principal estudo do país sobre violência urbana. Elaborada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a análise elegeu a cidade como a mais segura com mais de 1 milhão de habitantes do país, com uma taxa de homicídios em 2022 menor do que a de todas as capitais, exceto Florianópolis (SC).

O estudo, denominado Atlas da Violência, identificou estratégias referenciadas por estatísticas e análises científicas para obter a prevenção focalizada do crime, em especial a necessidade de maior protagonismo das guardas municipais. Foram cruzados quatro estudos de avaliação de impacto que concluíram que as cidades que criaram essa força de segurança tiveram uma queda importante no número de homicídios, em torno de 15%.

Em 2022 o Brasil registrava 1.467 municípios com guardas municipais. Em Guarulhos, a Guarda Civil Municipal (GCM) possui uma trajetória de 26 anos que a inseriu no contexto da segurança pública e da prevenção à violência. Atualmente com 816 profissionais, a corporação é referência estadual devido aos investimentos em um sistema avançado de monitoramento da cidade e de capacitação constante dos profissionais por meio de sua escola de formação – também uma estratégia elencada pelo Ipea –, que atende a outros municípios do Estado.

O estudo cita ainda a capacidade da instituição de gerir informações. Para isso, Guarulhos conta com o Centro de Operações e Inteligência (COI), que administra as imagens de cerca de 5 mil câmeras espalhadas por todo o município e em escolas municipais. Além disso, há a integração com as demais forças policiais atuantes na cidade em operações e compartilhamento de dados.

Referida no documento, a pesquisa Munic, de 2019, mostra que 64,7% das guardas não possuíam plano de carreira para seus agentes. Essa ferramenta básica de motivação dos agentes é uma política guarulhense composta por progressão horizontal e vertical dos cargos, que preveem o aumento de salários, incentivos e benefícios ao servidor. Por fim, também há destaque à importância de ouvidorias e corregedorias como preceito básico democrático, equipamentos que também estão presentes no atendimento ao servidor da segurança pública guarulhense.

Projetos

O progresso da GCM terá continuidade com obras de infraestrutura e modernização, frutos do convênio junto ao BNDES. A estruturação do COI entrará em sua segunda fase, incluindo a criação do Observatório de Segurança, a modernização da Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Guardas (Efag) e aportes financeiros em programas de prevenção e combate à violência e à criminalidade nas escolas, contra a mulher e os jovens.

Ainda com foco na valorização dos guardas, será construída uma nova Inspetoria Centro, que abrigará também a corregedoria e os setores de serviços sociais e de psicologia para atender a tropa. Além disso, as inspetorias receberão reformas para o melhor conforto das equipes: o complexo Vila Tijuco, que abriga o Canil e o centro de logística, e as inspetorias de Ronda Ostensiva, Ambiental e das áreas Oeste, Sul, Norte e Leste.

Fotos: Divulgação/PMG

05/07/2024

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias