27.7 C
Guarulhos
sábado, junho 15, 2024

Buy now

Prefeitura leva o projeto Desperte seu Olhar Inclusivo para empresa de logística

Na última quinta-feira (6) a Prefeitura de Guarulhos apresentou o projeto Vivência – Desperte seu Olhar Inclusivo para 50 colaboradores da empresa IBL Logística, localizada na Vila Saiago. A ação, que aconteceu durante a semana de qualidade de vida da empresa, visou a orientar e a sensibilizar os participantes sobre práticas inclusivas de combate ao capacitismo que devem ser adotadas cotidianamente.

A ideia do projeto é orientar e sensibilizar o público para o combate ao bullying contra a pessoa com deficiência. Para isso, a equipe da Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão abordou terminologias que devem ser usadas, os tipos de deficiências, informações para acolhimento, entre outros assuntos. Também promoveu um café sensorial, no qual os participantes passaram por uma experiência de perda parcial e temporária de um dos sentidos (visão, fala ou audição) ou de algum membro (perna ou braço), e para se alimentarem e transitarem precisaram do auxílio de um colega de trabalho.

“O café sensorial não é apenas uma atividade, mas uma valiosa ferramenta de empatia, que permite aos colaboradores experimentar, ainda que brevemente, os desafios enfrentados por pessoas com deficiências. Esse tipo de vivência é crucial para sensibilizar e capacitar equipes, fortalecendo o nosso compromisso com a inclusão e combatendo práticas de bullying e capacitismo. Agradeço à empresa por abrir as portas para essa causa e contribuir significativamente para um ambiente de trabalho mais inclusivo e acolhedor”, disse a subsecretária Mayara Maia.

Por sua vez, a assistente social da IBL Logística, Roberta Oliveira, considerou o projeto da pasta, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, muito positivo. “A experiência de receber a equipe da subsecretaria na empresa foi enriquecedora. Foi uma vivência única no café sensorial, no qual colocamos nossos colaboradores na situação de pessoas com deficiência para que eles compreendessem a importância do respeito e do acolhimento, evitando assim comportamentos capacitistas. O objetivo foi fazer com que nossos colaboradores atuem com responsabilidade social, tenham compromisso com a causa, despertando-lhes um olhar inclusivo”, afirmou a assistente social.

Imagens: Divulgação/PMG

11/06/2024

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias