14.1 C
Guarulhos
sábado, junho 22, 2024

Buy now

Sessões de massagem marcam a celebração do Dia das Mães atípicas em Guarulhos

A Prefeitura de Guarulhos, em parceria com o Senac Faccini, promoveu nesta quinta-feira (16) sessões gratuitas de massagem para mães de filhos com deficiência e mães atípicas na sede da instituição de ensino, no Centro. A ação em alusão ao Dia das Mães foi realizada também na terça-feira (14) e prossegue ainda nesta sexta-feira (17) para as inscritas.

A iniciativa da Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão visou a oferecer um momento especial às mães atípicas, que sempre acolhem com amor. “Proporcionar momentos de cuidado e relaxamento para as mães atípicas é essencial. Elas dedicam tanto de si para cuidar de seus filhos que é vital reconhecermos e apoiarmos seu bem-estar. Esses momentos de pausa são uma pequena, mas significativa, forma de agradecer e reforçar que seu esforço não passa despercebido e é profundamente valorizado por nossa comunidade”, destacou a subsecretária Mayara Maia.

Já a importância da massagem para esse público específico foi destacada pela docente da área de saúde e bem-estar da instituição de ensino, Tereza Andrade. “A mãe atípica precisa ser cuidada, vista e acolhida. Ela encontra no bem-estar, por meio da massagem e da aromaterapia, uma forma de autocuidado que pode levar para casa e para seu dia a dia, mudando hábitos de vida e encontrando um momento para si, mesmo que rápido”, disse a professora, que apontou ainda os alívios emocional e físico de dores musculares e esqueléticas como benefícios dessas práticas.

As atividades foram ministradas por alunos do curso técnico em massoterapia com a supervisão de professores. Entre as práticas oferecidas às participantes estiveram acolhimento, quick massage (relaxamento muscular rápido de 15 minutos para alívio de dores e tensão em uma cadeira para posição anatômica) e aromaterapia.

Participantes

A corretora de imóveis Sandra Mara Vicente, de 63 anos, perdeu 70% da visão repentinamente há oito meses e ainda não tem um diagnóstico de sua condição. “A massagem é maravilhosa. Eu estava precisando muito porque desde setembro parei de dirigir, de ler e perdi o foco da visão para poder escrever”, contou a moradora da Vila Rosália, que está frequentando aulas de orientação e mobilidade para o uso da bengala do projeto Práticas Educativas para a Inclusão Social (Peis) da pessoa com deficiência visual, disponibilizadas pela Prefeitura.

Mãe de dois filhos atípicos, um de 18 e outro de sete anos, Patrícia Irene dos Santos Ribeiro recebeu massagens acompanhada de sua mãe, Luísa. “Achei maravilhosas. Entrei de um jeito e saí leve. Conto muito com minha mãe, que cuida dos meus filhos quando preciso. É bem difícil ter tempo só pra mim”, revelou a moradora do Parque Santos Dumont.

Fotos: Diego Frois/PMG

Related Articles

- Publicidade -

Últimas Notícias